A Segunda Pele

  13 jul. 2024 | 16:00
  Espaço Corpus Christi


Exposição



«A série de pinturas A Segunda Pele resulta do fascínio pela máscara, símbolo do outro ou dos inúmeros que habitam cada ser humano. Assim, a máscara pode ser percecionada num ícone ancestral, num poema, nas camadas de tinta sobrepostas, ou no plexiglass que se sobrepõe a um rosto. A Segunda Pele são as múltiplas máscaras que ocultam e denunciam, obliteram e revelam… No caso do plexiglass, camada exterior que se introduz nesta série, só por si funciona como dupla máscara.
É como um filtro que, por um lado, distancia o espectador da superfície da tela; por outro, adiciona uma nova imagem e grafismo à pintura. Simultaneamente, o reflexo do plexiglass convoca o observador a interagir com a obra, ao ver a sua imagem projetada para além do rosto que observa, adicionando-lhe uma nova máscara, uma outra pele.»
Balbina Mendes

Nasceu em 1955, em Malhadas, Miranda do Douro.
Reside e tem ateliê em Vila Nova de Gaia.
Mestrado em Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto.
Realizou diversas exposições individuais em Portugal, Espanha, E.U.A, Bélgica, Áustria, Austrália e Índia.
Participou em dezenas de exposições coletivas.
Membro da Sociedade Nacional de Belas Artes, da Cooperativa dos Artistas de Gaia e da Cooperativa Árvore.
Associada honorária da Academia de Letras de Trás-os-Montes
Publicações de pintura: Margens Douro Nascente Foz, Máscaras Rituais do Douro e Trás-os-Montes e A Segunda Pele.
Está representada em várias coleções públicas e privadas em Portugal e no estrangeiro.

 

Inauguração da exposição de pintura de Balbina Mendes no dia 13 de julho de 2024 (sábado) às 16h00, no Espaço Corpus Christi. A exposição fica patente ao público até 15 de outubro, podendo ser visitada, de terça-feira a domingo, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30.

Mais informações através do tlf. 223 742 462 ou e-mail [email protected].

Partilhar